Ir para o conteúdo
Frete grátis a partir de € 25 (NL) / € 50 (UE) - pedido antes das 17:00, enviado no mesmo dia.

Óleo CBD

O que é óleo CBD? O óleo CBD é um suplemento dietético composto por um óleo vegetal misturado com CBD. Há uma boa chance de você já saber disso, porque o óleo CBD tem se tornado cada vez mais popular há anos. No entanto, há muito mais a dizer sobre o óleo CBD.

Nesta página respondemos a uma série de perguntas práticas que muitas pessoas têm. Também lhe contamos algo sobre o histórico do óleo CBD.

Desejamos-lhe uma leitura agradável. E se você ainda tiver dúvidas, não hesite em nos contatar. Em seguida, faremos o possível para ajudá-lo da melhor maneira possível.

Specials

Óleo CBD extra forte

Óleo CBD com sabor - 10 ml

Óleo CBD com sabor - 20 ml

O que é CBD?

O principal ingrediente do óleo CBD é o canabidiol. Por conveniência, geralmente é abreviado para CBD. Daí o nome: óleo CBD. Bastante lógico, certo? Mas o que é exatamente o canabidiol? Vamos começar com essa pergunta.

O CBD é uma substância encontrada no cânhamo. Agora que existem muito mais substâncias no cânhamo, então o que torna o CBD tão especial? Isto tem a ver com o facto de o CBD ter um efeito benéfico na saúde. O óleo CBD afeta positivamente, entre outras coisas, o sistema imunológico, o sistema nervoso e a pele.

No passado, o CBD era extraído principalmente do cânhamo industrial porque praticamente não continha THC, mas sim uma quantidade relativamente grande de CBD. Hoje em dia, utiliza-se o cânhamo cultivado especialmente para a produção de óleo CBD. Este cânhamo contém ainda mais CBD e ainda menos THC.

Composição do óleo CBD

Na introdução já indicamos que o óleo CBD consiste num óleo vegetal (a substância misturadora) no qual o CBD (a substância) foi misturado. No entanto, há mais a dizer sobre a composição do óleo CBD.

Ingredientes do óleo CBD
Em primeiro lugar, o óleo CBD contém frequentemente outras substâncias úteis além do CBD. São, por exemplo, CBN, CBG, CBC e uma fração de THC. Óleo CBD cru / espectro completo é o suplemento nutricional que contém essas outras substâncias além do CBD.

você também pode suplementos nutricionais compre apenas com uma das outras substâncias: óleo CBN, óleo CBG e óleo CBC. Estas substâncias ocorrem em quantidades muito menores no cânhamo do que no CBD. É por isso que estes são suplementos nutricionais mais exclusivo que o óleo CBD.

Finalmente, você também pode comprar óleo CBD sem THC. Isso é chamado Óleo CBD Puro/amplo espectro. Portanto, se você deseja que seu óleo CBD não contenha absolutamente nenhum THC, escolha o óleo CBD puro/de amplo espectro, pois este óleo contém 0,00% de THC.

Mistura de óleo CBD
Em princípio, qualquer óleo vegetal é adequado como agente de mistura para óleo CBD. No entanto, hoje em dia as pessoas só usam óleo de semente de cânhamo como agente de mistura. Como resultado, todos os ingredientes do óleo CBD provêm da mesma matéria-prima: o cânhamo.

A maior vantagem do óleo de semente de cânhamo como uma mistura é que este óleo vegetal contém substâncias saudáveis ​​que estão principalmente nas sementes da planta de cânhamo. Isso diz respeito, por exemplo, aos ácidos graxos insaturados ômega 3 e ômega 6, ácido gama linoleico, vitaminas e minerais.

Como funciona o óleo CBD?

Para compreender o princípio do óleo CBD, agora temos que ser um pouco técnicos. Se for demais para você, fique à vontade para pular esta explicação. Mais adiante neste artigo, torna-se mais concreto quando discutimos as aplicações do óleo CBD.

Para compreender como funciona o óleo CBD, primeiro você deve saber que os cientistas descobriram um sistema corporal chamado sistema endocanabinóide. Por conveniência, abreviamos como ECS.

Os receptores CB1 e CB2 são uma parte essencial do ECS. O corpo humano produz substâncias que podem se ligar a esses receptores. Essas substâncias são chamadas de endocanabinóides. O prefixo endo- significa próprio do corpo.

A ligação dos endocanabinóides aos receptores CB1 e CB2 desencadeia uma cadeia de reações bioquímicas que afetam outros sistemas do corpo, como o sistema imunológico, o sistema nervoso, a massa muscular e a pele.

Parece agora que não só os endocanabinóides podem ligar-se aos receptores CB1 e CB2, mas o mesmo também se aplica a certas substâncias do cânhamo. Chamamos essas substâncias de canabinóides.

O canabinóide mais conhecido é o canabidiol (CBD), mas o canabinol (CBN), o canabigerol (CBG) e o canabicromeno (CBC) também são exemplos de canabinóides.

Em resumo, podemos dizer: ao tomar óleo CBD você influencia o SEC, que também influencia indiretamente outros sistemas do corpo. O efeito do óleo CBD baseia-se neste princípio.

Para que usar o óleo CBD?

A ciência está a descobrir cada vez mais sobre o potencial medicinal do óleo CBD, mas este é um processo lento. O número de estudos é pequeno, os grupos de sujeitos de teste são frequentemente pequenos e ocasionalmente os estudos contradizem-se. Em suma, ainda há um longo caminho a percorrer antes que haja consenso no mundo médico sobre a utilidade do óleo CBD.

No entanto, isso é compensado pelo que a prática diária nos mostra. Muitos utilizadores testemunham o efeito positivo que o óleo CBD tem nas suas vidas. Vemos também um crescimento no número de médicos entusiasmados com os efeitos terapêuticos do óleo CBD.

Mas de onde vem todo esse entusiasmo? Para que as pessoas usam o óleo CBD?

Alívio da dor

Muitas pessoas usam óleo CBD para alívio da dor. Isto é especialmente verdadeiro para pessoas com uma certa forma de reumatismo, como osteoartrite e fibromialgia.

A pesquisa científica também foi realizada sobre o efeito analgésico do CBD:

Em um estudo com animais de laboratório, descobriu-se em 2005 que o CBD pode ter um efeito positivo na osteoartrite. E em 2012, um estudo em animais revelou que o CBD pode suprimir a dor inflamatória e a dor neuropática.

A Universidade de Nottingham descobriu que o óleo de cannabis também reduz a inflamação nas articulações.

Finalmente, o efeito relaxante do óleo CBD pode ajudar a reduzir o stress e também pode reduzir as queixas de dor.

Problemas de sono

Todo mundo tem problemas para adormecer de vez em quando, mas se isso acontecer todas as noites, pode ter um grande impacto no seu funcionamento diário. Segundo alguns cientistas, cerca de 30% de todas as pessoas têm sérios problemas de sono.

Se você não quiser usar comprimidos para dormir pesados, o óleo CBD pode ser uma boa alternativa. Vários estudos mostram que o CBD pode eliminar as causas dos problemas de sono, reduzindo a dor física, o stress e a ansiedade, por exemplo.

Ansiedade e estresse

Em 2011, a revista Psychopharmacology publicou um artigo sobre a relação entre CBD e ansiedade social. Os autores deste artigo escreveram que sua pesquisa sugere que o CBD pode proporcionar alívio para pessoas com transtornos de ansiedade.

No mesmo ano apareceram os resultados de um pesquisa sobre a influência da CBD e falar em público. Os cientistas descobriram que a administração preventiva de CBD fez com que as pessoas sofressem muito menos com o medo do palco.

Depressão

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a depressão é a doença mais comum no mundo. Antidepressivos pesados ​​são frequentemente prescritos para combater a depressão.

Esses medicamentos costumam ter uma longa lista de possíveis efeitos colaterais, como tontura, agressividade, insônia, dores de cabeça, etc. E alguns antidepressivos podem ser altamente viciantes (por exemplo, benzodiazepínicos). E com o uso prolongado, alguns antidepressivos também podem causar danos permanentes ao organismo. Resumindo: não vai te fazer feliz.

Portanto, pode valer a pena procurar terapias alternativas para combater a depressão. O óleo CBD pode desempenhar um papel de apoio nisso porque o CBD pode reduzir a ansiedade e o estresse.

Diabetes

Infelizmente, nenhum teste ainda foi feito com cobaias para ver se o CBD ajuda no diabetes, mas a pesquisa está disponível com animais de laboratório.

Por exemplo, em 2006 foi publicado um artigo sobre um estudo com ratos diabéticos no qual o CBD parecia ter um efeito benéfico.

E em 2015, cientistas em um estudo com camundongos descobriram que o efeito anti-inflamatório do CBD também pode proporcionar alívio do diabetes tipo 2.

Problemas de pele

Além do óleo CBD, você também encontrará cremes para a pele com CBD em nossa loja virtual e por um bom motivo. Acontece que o CBD não é benéfico apenas para o interior do corpo, mas também para o exterior.

O CBD é um remédio eficaz para problemas de pele como eczema, acne e psoríase. No caso da acne, há também recentemente pesquisa científica fazer. Isso mostra que o CBD ajuda contra a inflamação devido à acne e o CBD reduz a produção de sebo na pele para que as espinhas se desenvolvam menos rapidamente.

Sistema imunológico

O óleo CBD pode dar uma contribuição importante para a regulação do sistema imunológico.

O sistema imunológico funciona de tal maneira que entra em ação quando bactérias e vírus nocivos entram no corpo. No entanto, o sistema imunológico também não deve exagerar. Em doenças autoimunes, por exemplo, o corpo reage totalmente a coisas que não exigem uma reação tão forte.

Agora parece de recente pesquisa que o CBD pode fortalecer o sistema imunológico. E o CBD pode desacelerar o sistema imunológico quando uma reação forte não é necessária.

Qual óleo CBD é o melhor?

Como indicamos no início deste artigo, o óleo CBD Raw / Full Spectrum não contém apenas CBD, mas também outras substâncias úteis do cânhamo, como CBN, CBG, CBC e uma fração de THC. Por esse motivo, também chamamos óleo CBD Raw e também óleo CBD de espectro completo. Pessoalmente, preferimos este óleo CBD de espectro bruto/completo.

A presença dessas outras substâncias cria algo conhecido como efeito entourage. O efeito entourage é o fenômeno em que a presença da substância B aumenta o efeito da substância A e vice-versa. Isso proporciona um efeito maior na saúde.

O óleo CBD Raw contém uma quantidade insignificante de THC. Não o suficiente para ficar chapado, mas por certas razões você pode desejar que seu corpo não receba absolutamente nenhum THC. Nesse caso, é melhor usar óleo CBD de espectro puro/amplo.

Como você usa o óleo CBD?

A melhor forma de tomar óleo CBD é colocar o número correto de gotas debaixo da língua. Deixe o óleo CBD descansar por cerca de um minuto antes de engolir. A mucosa oral é muito boa na absorção do CBD e de outras substâncias úteis.

Se o sabor amargo do óleo CBD o incomoda, recomendamos que experimente as cápsulas de CBD. Dentro há óleo CBD, mas o invólucro não tem gosto. Ao engolir a cápsula rapidamente, você não notará o sabor do óleo CBD.

Qual é a dosagem correta de óleo CBD?

A quantidade certa de CBD para você depende de dois fatores:

  • Dose baixa, média ou alta:

Isto depende principalmente de há quanto tempo você usa óleo CBD. Se você está apenas começando, é melhor tomar uma dose baixa. Se o seu corpo estiver habituado ao CBD, você pode aumentar a dose.

  • Seu peso corporal:
    Quanto mais você pesa, mais óleo CBD você precisa tomar para obter o mesmo efeito.

Uma boa diretriz para dosagem por dia é:

  • Dose baixa: 1 mg CBD por 5 quilos de peso corporal
  • Dose média: 3 mg CBD por 5 kg de peso corporal
  • Dose alta: 6 mg CBD por 5 quilos de peso corporal

Se você não notar o CBD, você pode aumentar um pouco a dose. Você pode aumentar a dose um pouco a cada dia, mas aconselhamos que você não tome mais do que mencionamos acima para uma dose alta.

Dica: Diferentes frascos de óleo CBD podem conter diferentes percentagens de CBD. Na nossa loja online encontrará na descrição do produto quantos miligramas de CBD tem uma gota.

Quanto tempo antes de você notar algo?

O óleo CBD funciona mais rápido quando você o pinga sob a língua e deixa o óleo CBD descansar por um minuto antes de engolir. Com este método de administração, leva cerca de 20 minutos antes de você notar qualquer CBD.

Isso pode variar um pouco de pessoa para pessoa. Algumas pessoas notam algo em menos de XNUMX minutos e outras têm que esperar mais de meia hora.

Com cápsulas de CBD e comestíveis de CBD, leva mais tempo até você notar alguma coisa.

Quanto tempo dura o efeito do óleo CBD?

O efeito do CBD dura em média entre 2 e 6 horas. Infelizmente, não podemos especificar com mais precisão, porque cada corpo é diferente. Também neste caso é uma questão de experimentar.

Lembre-se do seguinte: seu corpo precisa de tempo para acumular CBD suficiente em seu corpo. É por isso que você pode não notar nada no primeiro dia. Não aumente a dose imediatamente. Somente depois de uma semana, algo de equilíbrio foi estabelecido em seu corpo. Só então poderá determinar se a sua dose diária é suficiente ou se pode ser necessário aumentar a dose.

Pode-se usar muito óleo CBD?

Isso é realmente desconhecido. Por segurança, afirma Agência de aconselhamento sobre canabinóides Holanda no entanto, um máximo: 160 mg por dia.

Diferença entre óleo CBD e óleo de cannabis

A diferença entre o óleo CBD e o óleo de cannabis é na verdade muito simples: o óleo CBD não contém ou contém uma quantidade insignificante de THC. O óleo de cannabis contém THC que expande a mente. Na verdade, o THC é o componente mais importante do óleo de cannabis. É por isso que também chamamos óleo de cannabis de óleo THC.

Em primeiro lugar, isto significa que é quase impossível ficar pedrado com o óleo CBD. Esse risco existe com o óleo de cannabis.

Em segundo lugar, o óleo CBD é completamente legal nos Países Baixos e na maioria dos outros países europeus. A produção e o comércio de óleo CBD foram agora amplamente profissionalizados. E os fabricantes têm regularmente os seus próprios produtos testados por laboratórios independentes.

É diferente com o óleo de cannabis. Um pequeno grupo de pacientes tem receita médica e pode comprar legalmente óleo de cannabis caro em farmácias especializadas. Para seus próprios custos, porque o seguro de saúde não paga.

Todas as outras pessoas só podem obter óleo de cannabis comprando-o no mercado cinza ou fazendo você mesmo. Também não há controle de qualidade formal aqui.

Risco de efeitos colaterais?

Uma overdose não é possível. Efeitos colaterais temporários são possíveis, mas você deve ter tomado muito mais do que a dose máxima. Se você seguir as diretrizes indicadas anteriormente em relação à dosagem, na prática, o risco de efeitos colaterais acaba sendo insignificante.

Alguns usuários que excederam seriamente a dose máxima relataram experimentar:

  • Náusea
  • Diarréia
  • sonolência

CBD e medicamentos

Tenha cuidado ao combinar óleo CBD com medicamentos. Portanto, consulte primeiro o seu médico se estiver tomando medicamentos e pensando em usar óleo CBD. O seu médico pode julgar melhor do que você se é seguro combinar os seus medicamentos com óleo CBD.

Em qualquer caso, existe o risco de uma interação desagradável entre o óleo CBD e o medicamento com os seguintes medicamentos:

  • Medicamentos para arritmia, como quinidina
  • Anticonvulsivantes como Tegretol (carbamazepina) e Trileptal (oxcarbazepina)
  • Antifúngicos como Nizoral (cetoconazol) e Vfend (voriconazol)
  • Antipsicóticos como Orap (pimozida)
  • Antidepressivos atípicos como Remeron (mirtazapina)
  • Sedativos benzodiazepínicos, como Klonopin (clonazepam) e Halcion (triazolam)
  • Drogas imunossupressoras, como Sandimmune (ciclosporina)
  • Antibióticos macrolídeos, como claritromicina e telitromicina
  • Medicação para enxaqueca, como Ergomar (ergotamina)
  • Analgésicos opióides, como Duragesic (fentanil) e alfentanil
  • Medicamentos à base de rifampicina usados ​​para tratar a tuberculose

Dica: Se o folheto do medicamento indicar que não deve beber sumo de toranja em combinação com o medicamento, então também não deve usar óleo CBD em combinação com este medicamento. Em todos os outros casos: consulte o seu médico.

De volta ao topo
A avaliação de www.wietolie.nl em Avaliações da WebwinkelKeur é 9.5 / 10 baseado em 5586 avaliações.